Publicidade
Publicidade

Sandra Bullock
Sandra Bullock

Biografia
Sandra Bullock nasceu em Arlington, Virginia. Ser artista está no sangue: a veia artística na família Bullock já está na segunda geração. A mãe de Sandra, a alemã Helga, é uma cantora de ópera. Graças a essa carreira materna, Sandra, que é a mais velha de duas irmãs, passou boa parte de sua infância em viagens pela Europa. Foi graças a isso, também, que subiu pela primeira vez num palco. "Sempre havia uma criancinha cigana numa ópera. Era, então, que eu entrava em cena", diverte-se Sandra. Com 10 anos de idade, Sandra e sua família retornaram para Virginia. Em 1982, ela se graduou na Washington-Lee High School. Após a high school foi para a Carolina do Norte, onde se formou em Teatro na East Carolina University. Mudou-se então para Nova York buscando uma carreira de atriz.
Na capital americana, demonstrou uma impressionante popularidade. Foi líder de torcida e, quando concluiu o segundo grau, ganhou o primeiro lugar em simpatia numa votação entre os colegas. Já consciente de que queria seguir na carreira de atriz, Sandra matriculou-se na Universidade da Carolina para fazer o curso de Teatro. Bem antes do diploma, porém, achou que era hora de luzes, câmera, ação. Em 1985, botou sua mala em cima de uma moto e, com a bênção dos pais, partiu para Nova York. Sandra teve o começo difícil de uma pessoa comum, bem parecida com as personagens que ela interpreta com tanta naturalidade. Em Nova York, dividia seu tempo entre um emprego de garçonete, para sustentar-se, e as aulas de teatro do professor Sanford Meisner. Foi interpretando uma bela e assanhada sulista na produção Broadway No Time Flat, em 1988, que ela foi notada pela primeira vez pela crítica. Depois disso, conseguiu um agente que batalhou para ela um primeiro papel na TV, a bordo de um programa especial reunindo a Mulher Biônica e o Cyborg, o Homem de Seis Milhões de Dólares, dois personagens ainda muito populares naqueles dias.
Pegou um papel na versão para a televisão de Uma Secretária de Futuro, co-estrelando Nana Visitor. Porém, ela odiou fazer este trabalho, e ficou contente quando o filme foi cancelado. Se mudou para Los Angeles, e pegou um papel secundário num filme para TV, The Preppie Murder, com William Baldwin. Fez ainda vários filmes de orçamentos menores, como Fire on the Amazon e Who Do I Gotta Kill.
Na televisão, conseguiu manter-se em evidência na carreira até chegar ao cinema na comédia romântica Poção do Amor N.º 9 (1992).
Em 1993, atuou em pelo menos cinco filmes, inclusive substituindo Lori Petty na ficção científica Demolition Man (br: O Demolidor), como uma policial do século XXI que faz o par romântico do astro Sylvester Stallone. Seu trabalho nesse filme agradou muito ao todo-poderoso produtor Joel Silver, que a recomendou muito a Jan De Bont quando se preparava para dirigir Speed (br: Velocidade Máxima) e estrelado por Keanu Reeves e Dennis Hopper. Velocidade Máxima foi um tremendo sucesso, com um faturamento de mais de 120 milhões de dólares. E Sandra foi quem se tornou a grande estrela, ofuscando Keanu Reeves e entrando para o primeiro time de Hollywood da noite para o dia. Sandra estrelou logo após, a comédia romântica While You Were Sleeping (br: Enquanto Você Dormia), que levando seu nome como estrela principal, foi o seu tira-teima nas bilheterias. E ela não decepcionou. Enquanto Você Dormia foi um sucesso total, com faturamento de 85 milhões, e mostrando a todos que Sandra poderia ser bem engraçada.
Depois vieram The Net (br: A Rede), onde Sandra interpretou uma personagem que exercia um de seus hobbies preferidos, a Internet e Corações Roubados, que foi mal criticado, e não durou muito nas telas. Vieram ainda A Time to Kill (br: Tempo de Matar), e recentemente No Amor e na Guerra e a continuação Speed 2: Cruise Control (Velocidade Máxima 2), onde Sandra contracenou bem mais à vontade com seu novo namorado, Jason Patric, só que esse segundo capítulo foi um redondo fracasso, do qual o galã Keanu Reeves teve a sorte de se salvar, entregando o papel de protagonista a Jason Patric.
Mas, o fiasco deu o estímulo para assumir as rédeas de sua vida profissional, criando sua própria produtora, a Fortis' Films, e produzindo o romance Quando o Amor Acontece - um sucesso modesto dirigido pelo também ator Forest Whitaker, que restaurou o brilho da golden girl. Sandra debutou como roteirista e diretora no curta Making Sandwiches, apresentado no Festival de Cinema de Sundance. Atuou em seguida em Practical Magic (br: Da Magia à Sedução) - outra produção da Fortis -, em Forces of Nature (br: Forças do Destino), ao lado do galã Ben Affleck e emprestou sua voz a Miriam, personagem do desenho The Prince of Egypt (br: O Príncipe do Egito), superprodução do estúdio Dreamworks de Steven Spielberg.
Em 2009 Sandra protagonizou dois filmes que marcaram sua volta ao cinemas; além de 'The Proposal (br: A Proposta) e The Blind Side (br: Um Sonho Possível) terem sido sucessos de públicos e críticas, a atriz ganhou o Globo de Ouro de "Melhor atriz (drama)" e o Oscar pelo último.

Última atualização: 25/09/2013 00:00
Siga-nos
Facebook - Guia de Programação Twitter - Guia de Programação

Publicidade

Guia de Programação - 2019